Title

Depressão pós-parto e satisfação conjugal: impacto longitudinal em uma amostra brasileira

Keywords

Depressão Pós-Parto, Conflito Familiar, Terapia Familiar, Terapia Conjugal

Abstract

Objetivo: O objetivo deste trabalho foi verificar a relação entre a satisfação conjugal e a depressão pós-parto e o impacto destas variáveis nos níveis de satisfação conjugal e depressão futuros, em uma amostra brasileira. Estudos revelam que o conflito conjugal é um antecedente importante no desenvolvimento da depressão e que a depressão pós-parto influencia significativamente a satisfação conjugal. Métodos: Este estudo longitudinal com 99 mulheres brasileiras utilizou análises de regressão múltipla para verificar a associação entre a satisfação conjugal e a depressão. A sintomatologia depressiva foi avaliada pelo instrumento Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20). A satisfação conjugal foi verificada a partir de itens sobre a percepção de satisfação conjugal das participantes. Os dados foram coletados 4 meses e 2 anos após o parto. Os dados longitudinais possibilitaram a análise cronológica da interação entre as duas variáveis. Resultados e Conclusões: Os resultados indicam que o modelo teórico que estabelece a relação entre conflito conjugal e depressão é também apropriado para casais brasileiros, sugerindo a utilização potencial da terapia de casal no tratamento da depressão pós-parto no Brasil.

Original Publication Citation

Hollist, C. S., Falceto, O. G., Seibel, B. L., Springer, P. R., Nunes, N. A., Fernandes, C. L. C., & Miller, R. B. (2016). Depressão pós-parto e satisfação conjugal: impacto longitudinal em uma amostra brasileira. Rev Bras Med Fam Comunidade, 38, 1-13. (Portuguese language).

Document Type

Peer-Reviewed Article

Publication Date

2016

Publisher

Revista Brazilerira De Medicina de Familia E Comunidade

Language

Portuguese

College

Family, Home, and Social Sciences

Department

Sociology

University Standing at Time of Publication

Full Professor

Share

COinS