Abstract

As mudanças políticas das décadas de 50, 60, 70 e 80 foram pano de fundo para a transformação da música nacional no Brasil e Nara Leão fez parte desse processo. Através de sua carreira artística podemos recontar a história da Música Popular Brasileira (MPB) e descobrir compositores antes não conhecidos e que vieram a luz através de sua performance. Nos anos 50, a Bossa Nova surgiu como uma mistura do samba, que não era aceito pela sociedade moderna por sua associação à pobreza, com o jazz americano, criando uma nova identidade na música. Nara fez parte do grupo que desenvolveu esse tipo de música que era o símbolo da sociedade moderna de classe média do Rio. Em uma nova fase de sua vida, percebeu que a vida era mais difícil para muitos e sentiu o desejo de usar a música para movimentar as massas para o bem comum, o que lhe levou a gravação do disco Opinião e a criação de um show inovador e extremamente político. Por ter um bom gosto e uma mentalidade aberta para diferentes estilos de música, Nara participou de parcerias memoráveis com Chico Buarque, que se tornou o maior símbolo da música politizada. Sempre a frente de seus colegas cantores, também fez parte do movimento Tropicália, movimento criado para quebrar todas as barreiras impostas na música e nas artes pelos ditadores e até mesmo intelectuais de esquerda, quando ainda era extremamente criticado pelos adeptos à MPB. Sua carreira foi marcada pela descoberta de novos estilos e a reinvenção de estilos existentes na música brasileira e por isso que Nara Leão se tornou um dos maiores nomes da música brasileira

Degree

MA

College and Department

Humanities; Spanish and Portuguese

Rights

http://lib.byu.edu/about/copyright/

Date Submitted

2015-03-01

Document Type

Thesis

Handle

http://hdl.lib.byu.edu/1877/etd7618

Keywords

Nara Leão, música, Música Popular Brasileira e interpretação

Share

COinS